Glaucoma

Glaucoma: você pode ter essa doença sem saber

O Glaucoma é uma doença causada por aumento da pressão do líquido que preenche o olho. Essa pressão é variável de pessoa para pessoa, mas situa-se entre 18 e 20 mm de mercúrio. Acima desses valores pode causar danos irreversíveis ao nervo óptico. Por sua vez, a lesão do nervo óptico provoca o estreitamento concêntrico do campo visual até chegar, se não houver controle, ao estágio da visão tubular. Nessa situação, o glaucomatoso vê como se enxergasse através de um canudo de papel. O passo seguinte é a cegueira.

Seja qual for a causa, o importante é que o glaucoma precisa ser descoberto a tempo. O glaucoma raramente apresenta sintomas. Os sinais da doença só vão surgir nos glaucomas agudos, quando o paciente sofre for- tes dores de cabeça, fotofobia, enjôo e dor ocular intensa. Em alguns casos, os pacientes percebem no início a necessidade de troca frequente da graduação dos óculos, dificuldade para adaptar-se a obscuridade e visão embaçada.

Para o diagnóstico do glaucoma os exames que devem ser realizados são : tonometria de aplanação (exame para a tomada da pressão intraocular) , fundo de olho (exame para avaliar se existe lesão do nervo óptico provocado pelo glaucoma), gonioscopia (exame para classificar o tipo de glaucoma) e campo visual (exa- me para avaliar se há perda do campo visual).

O tratamento mais comum é feito com instilação diária de colírios que garantem ao paciente o controle da doença. Estes colírios deverào ser utilizados por toda a vida. Se o tratamento clínico não é satisfatório, ou seja, a pressão intraocular continua alta apesar do uso de colírios é indicado a aplicação de laser ou cirurgia. O objetivo do tratamento clínico e/ou cirúrgico é reduzir a pressão intraocular, impedindo a piora do quadro e não a melhora da visão.

1% a 2% da população acima de 40 anos é portadora de algum tipo de glaucoma. Hereditariedade:filhos de glaucomatosos precisam verificar com mais frequência sua pressão intraocular. Atenção a certos medicamentos que podem provocar o aumento da pressão intraocular.

O DIAGNÓSTICO PRECOCE DO GLAUCOMA SÓ É FEITO EM UM EXAME OFTALMOLÓGICO DE ROTINA E A MEDIDA ANUAL DA PRESSÃO INTRAOCULAR É A FORMA MAIS SENSATA DE SE PRESERVAR A VISÃO.